Programa do artesanato familiar da caçula levou técnicas de tricô, crochê e bordado a servidoras municipais do Rio

O Programa do Artesanato Familiar (PAF) da Caçula desembarcou na Cidade Nova, região central da cidade do Rio de Janeiro, na última quarta-feira, dia 12 de agosto. Ao longo de todo o dia, cerca de 50 funcionárias de diversas secretarias da Prefeitura do Rio tiveram aulas de tricô, crochê e bordado, ministradas por experientes professoras destas técnicas de artes manuais.

O evento aconteceu de 9h às 17h, no Clube do Servidor Municipal, e contou com parceria da Linhas Círculo, que doou todo o material para as aulas e disponibilizou o time de instrutoras, sob o comando de Dora Bacellar, representante da empresa no Rio de Janeiro.

A iniciativa é fruto de uma dobradinha da Caçula com a Secretaria de Administração do Município do Rio, que tem à frente o secretário Marcelo Queiroz, grande incentivador do artesanato e do empreendedorismo na cidade do Rio de Janeiro. Entre outras ações de fomento ao artesanato, foi Queiroz quem criou o projeto que levou à inclusão da Rio Artes Manuais no calendário oficial de eventos da cidade.

“Quero agradecer por esta parceria, que nos permitiu levar ao servidor municipal estas aulas de artesanato, uma atividade tão importante para a economia, a cultura e o desenvolvimento social do Rio de Janeiro. Nossa intenção é poder levar atividades como esta a mais servidores, inclusive os aposentados”, afirmou Marcelo Queiroz.

Dora Bacellar, representante da Linhas Círculo, comandou uma equipe de quatro professoras, que deram aulas na parte da manhã e da tarde. “Tem gente que nunca tinha bordado nem feito crochê, começou aqui com a gente e saiu daqui fazendo. Isso é bom, né?!”, vibrou Dora.

Entre as alunas estava Márcia Santos, funcionária da Secretaria de Administração, que há 25 anos não bordava. “Na minha gravidez, minha avó me ensinou a bordar. Mas eu nunca participei de aulas e não bordava desde então. Gosto de trabalhos manuais, faço alguma coisa de crochê”, contou Márcia, que participou das aulas pela manhã e à tarde.

Já a técnica de enfermagem Claudia Elaine Feitosa, alocada na Secretaria Municipal de Saúde, aproveitou a tarde para aprender a fazer flores com barroco, tema da aula de crochê. “Faço crochê desde os seis anos, aprendi com minha avó. Eu sempre compro e faço cursos na Caçula de Duque de Caxias”, disse a artesã.

Galeria de Fotos:

*Texto e fotos de Jean Claudio Santana/1ª Linha Agência.

1 Comment

  1. Geis 17 de agosto de 2015 Reply

    Que bacana!

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*